Adriane Galisteu

Adriane Kelemen Galisteu Iódice, conhecida somente por Adriane Galisteu, nasceu em São Paulo, no dia dezoito de abril de mil novecentos e setenta e três. Ela teve uma breve carreira de cantora, mas seus principais trabalhados foram como modelo, atriz e apresentadora de televisão.

Início da Carreira e Ayrton Senna

Os pais de Adriane são Alberto Galisteu e Emma Kelemen, eles também possuíam outro filho, chamado Alberto Galisteu Junior. A infância de Galisteu não foi muito fácil, seu pai era viciado em bebidas alcoólicas, o que debilitou sua saúde, em mil oitocentos e noventa e nove ele veio a falecer devido a um infarto fulminante, com isso Adriane assumiu tinha que trabalhar para ajudar a mãe a sustentar a casa e seu irmão, conseguindo seu primeiro emprego no comércio da Lapa, quando possuía apenas quinze anos. O irmão dela então desenvolveu o vício em drogas, e acabou contraindo o vírus da AIDS, perdeu seu irmão em uma época muito trágica de sua vida, em mil oitocentos e noventa e seis.

Adriane Galisteu de Cabelos Morenos

Adriane Galisteu de Cabelos Morenos

Logo quando ela era ainda uma criança a mãe começou a incentivar os trabalhos da filha como modelo, sua primeira aparição na Televisão foi com seus nove anos num comercial para a empresa McDonald’s, a partir dai atuou como modelo em trabalhos menores, em mil oitocentos e oitenta e sete entrou para o grupo “Meia Soquete”, que obteve um certo sucesso, lançando dois LP’s, mas que se extinguiu no ano de mil oitocentos e oitenta e nove. Em mil novecentos e noventa e três ela foi uma das modelos a participar do videoclipe da banda de Dance/Latin pop “El Simbolo”, da canção “No te preocupes más“, que foi um grande sucesso tanto no Brasil, como Argentina e Espanha.

Foi em mil novecentos e noventa e três que Adriane conheceria o homem que iria mudar o rumo da sua vida, e também ela teria um papel importante na vida deste: Ayrton Senna. Os dois se conheceram em uma boate em São Paulo, e engataram um romance que teve término com a trágica morte do piloto em mil novecentos e noventa e quatro. O namoro durou cerca de um ano e meio, ao começaram a namorar a modelo largou a vida no Brasil e foi com ele dar a volta ao mundo para suas corridas. Adriane declara que se impressionou como tudo foi rápido, segundo ela em um dia estava em São Paulo e quando percebeu estava em Mônaco jantando com pessoas famosas. A mídia então desenvolveu maior interesse pro Adriane, alavancando sua carreira. Adriane relembra com muito amor a relação com Senna, ela diz que conheceu o ser humano incrível que ele era, como fazia a diferença onde estava e gostava de ajudar as pessoas. As fotos do casal conseguem mostrar como eles estavam apaixonados em sua vida, quem conheceu o casal fala que foi a fase onde Senna esteve mais “light”, declaração dada inclusive pela irmã do piloto. Segundo Adriane ela somente fez com que ele desse mais atenção a pequenos detalhes que lhe fugiam pela sua rotina muito atarefada, como dar mais atenção a reportes ou a fãs, ajuda-lo a curtir melhor as férias, dentre outras coisas. Ela também conta como foram tensos os momentos antes da corrida que acabaria com a vida de Ayrton, diz que ele ligou pra ela dez minutos antes e ela pediu para que não corresse, isso porque já havia tido um acidente com morte naquela pista no dia anterior, Senna se irritou e brigou com a modelo, que acabou por ficar mal humorada e se despedir dele rudemente. Ela estava em casa assistindo a corrida quando viu o acidente, disse que não deu muita importância pois já tinha visto ele bater o carro muitas vezes, depois entendeu a gravidade, mas mesmo assim não achava que o perderia. O ano ainda aguardava mais surpresas para Galisteu, que recebeu a noticia que seu irmão era portador do vírus da AIDS cinco dias após a morte de Senna.

A família de Senna não mantinha uma relação muito boa com Adriane, o que resultou num impedimento dela de acompanhar o enterro de Ayrton junto com a família, quem esteve la foi a ex dele, Xuxa Menegel, a qual a família tinha preferencia, Galisteu teve que entrar na fila dos fãs para despedir do seu namorado. Mas Adriane conta que a família não lhe tratou mal durante a relação, durante o relacionamento estiveram com a família de Senna somente duas vezes, por isso não houve possibilidade de estreitar as relações. Após seis meses da morte de Senna, Adriane lançou um livro sobre a história dos dois, o que talvez também possa ter magoado a família, que inclusive vetou dois filmes inspirados nesse livro. Apesar dos conflitos, sempre que perguntada, Adriane Galisteu lembra da sua relação com Senna com amor e gratidão.

Carreira de Sucesso

Adriane não deixa de negar que o seu relacionamento alavancou sua carreira, mas diz que tudo que conquistou depois não foi a sombra de Senna, foi pelo seu próprio trabalho. Seu primeiro trabalho foi um ensaio nu para a revista da playboy, no ano de mil novecentos e noventa e cinco, o sucesso foi grande e a revista foi recordista de vendas por muito tempo. Sua carreira que já estava firmada, passou a crescer cada vez mais, entrou como apresentadora do programa ponto G, ainda no ano de mil novecentos e noventa e cinco, e um ano depois foi convidada para um papel em Xica da Silva, novela da extinta rede mancheta, papel esse que Adriane se arrepende de ter aceitado. Teve uma rápida passagem pela MTV Brasil, e depois foi para a RedeTV!, onde apresentou o programa Superpop!. Além disso continuava sua carreira com trabalhos paralelos, como no teatro, onde atuou na peça “Deus lhe pague”. Em mil novecentos e noventa e oito Adriane teve um relacionamento com Roberto Justos, que foi muito comentado pela mídia, com apenas seis meses de namoro decidiram se casar, e se separaram apenas oito meses depois.

Em dois mil mudou para a Rede Record onde apresentou o programa “É show”, em dois mil e três mudou para a emissora SBT, onde apresentou os programas “charme” e “fora do ar”, nesse mesmo ano teve um relacionamento com o ator mexicano Jaime Camil, que acabou pela distância, também teve um envolvimento amoroso com Dado Dolabella. Permaneceu no SBT por cinco anos, da onde saiu somente em dois mil e oito, onde mudou para a emissora Rede Bandeirantes, onde apresentou o programa “Toda sexta”, no ano seguinte revelou o namoro com o empresário Alexandre Iódice, e no final desse ano a gravidez de Vittorio, que nasceu em dois mil e dez, ano em que se casou com Alexandre, com quem permanece junto até os dias atuais.

Na Rede Bandeirantes apresentou o programa “Projeto Fashion” e também o “Muito+”, deixando a emissora pela Record em dois mil e treze, onde participou do programa “Domingo da gente”. Em dois mil e dezesseis apresentou o programa “Face a face”, e depois na Fox, o “Boa noite fox”. Em dois mil e dezessete participou do dança dos famosos na rede globo, e em dois mil e dezoito assinou contrato com a emissora para fazer a novela “O tempo não para”. Além disso ela estreou um canal no youtube chamado “Galisteu sem filtro”, também participou dos filmes sucessos de bilheteria “Coisa de Mulher” e “Se eu fosse você 2”. A modelo também foi rainha de bateria das escolas de samba Portela, Rocinha e Tijuca.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Apresentadores

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Adriane, tudo bem linda? Não tem nada a ver com o Ayrton, certo! Gostei de você do nada, gostei! Achei você uma gata sem roupas, me deu tesão e vontade de conhecer você, poço? Vamos ser amigos! Me procura, não sei a onde achar você, se rolar rolou. Gostaria de conversar com você, bater um papo, pode ser linda? Fica com Deus, meu amor….Beijos.

    Mauro Mendes Rangel Júnior. 11 de setembro de 2011 15:40
  • Adriane, você aceita ser minha esposa? Quero você comigo! Vou te fazer a mulher mais feliz do mundo. Sério! Um cheiro bem gostoso e Beijão.

    Mauro Mendes Rangel Júnior. 11 de setembro de 2011 17:37
  • Adriane Galisteu, você tem um corpo lindo, tem os seios bonitos e uma boceta gostosa, linda! Estou doido para fazer amor com você linda. Fiquei com vontade, vamos fazer amor eu e você, quero sente sua pele junto a minha, sente todo o seu corpo, chupar você inteira, meter minha piroca na tua bocetinha linda! Resumindo quero você, comigo! Aceita? Beijo, meu amor.

    Mauro Mendes Rangel Júnior. 13 de setembro de 2011 10:00

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *