A Morte de Paul Walker

O ator Paul Walker, que ficou famoso como estrela da saga de filmes do cinema Velozes e Furiosos, morreu no mês de dezembro de 2013 em um acidente de carro com explosão no sul da Califórnia. O ator bem sucedido deixa o mundo aos 40 anos de idade.

Paul Walker estava como passageiro em um carro do modelo Porsche Carrera GT de 2005, dirigido por um amigo e piloto de equipe de corrida. Infelizmente, o motorista perdeu o controle e bateu em um poste de luz e pegou fogo em uma ruda da Comunidade de Valência, na cidade de Santa Clarita, a cerca de 30 km ao norte de Hollywood. O motorista do carro, identificado como Roger Rodas, também morreu no acidente. 

O Corpo Ficou Irreconhecível

Família, amigos e fãs ficaram chocados ao saber que os investigadores de Los Angeles Coroner provavelmente levariam 48 horas para identificar oficialmente os restos mortais de motorista e passageiro de dentro do carro. Para saber se aquele mesmo era o ator, foi necessário fazer a identificação por arcada dentária.

Isso porque após o choque do carro com o poste, o carro explodiu e os motoristas ficaram presos em chamas. Os corpos ficaram presos e o fogo, depois de apagado, já era tarde para reconhecer as pessoas que estavam dentro do carro de uma forma simples.

O Que Causou o Acidente

O fator principal do acidente foi o excesso de velocidade, para ironia do destino na vida do ator, conhecido por correr nos seus filmes da saga Velozes e Furiosos. O carro estava bastante acima da velocidade permitida na éra

O Carro, que tinha sido comprado por nada menos que 450 mil dólares e 0 km, não é um veículo fácil de lidar em alta velocidade, até mesmo pará os motoristas profissionais, segundo a resvista Autoweek. O veículo tinha um motor V-10 , motor de 610 cv de potência. 

Fãs vão Até o Local do Acidente

Quando ouviram sobre o acidente, os fãs começaram a chegar ao local. Mas isso foi depois de descobrirem que era o ator, pois os chamados para a polícia foi de apenas um incêndio. Os funcionários da loja local disseram que os motoristas estavam presos e já poderiam estar mortos.

Uma multidão de fãs de luto, curiosos e mídia cercaram o local por horas, observando os investigadores e bombeiros trabalharem para remover o corpo dos destroços. Um memorial de flores deixadas por fãs permaneceu na beira da estrada carbonizada por mais de uma semana. 

Paul Walker Tinha um Bom Coração

O acidente aconteceu cerca de 3h30 da manhã, a poucas centenas de metros da loja de Propriedade de Rodas. Os dois homens no carro tinham acabado de sair de um evento de caridade da Reach Out Worldwide, uma ONG que envia socorristas para as cenas de desastres naturais.

A filantropia na vida de Paul Walker não é novidade. O canal CNN confirmou uma história de década atrás, quando Walker conheceu um jovem veterano militar dos EUA às compras com sua noiva um anel de casamento em uma loja de jóias Santa Barbara.

O noivo estava de volta do serviço no Iraque, e ele estava tentando comprar um anel de casamento, mas disse que não podia pagar. O soldado não sabia que o anel custava em média 10 mil dólares. O ator, que estava na loja no momento, comprou o anel e o deu de presentes. Embora Walker não tenha notado, o casal aparentemente não sabia quem ele era.

Walker chamou o gerente e disse: ‘Coloque anel daquela garota na minha conta‘. O casal estava atordoado. Estava emocionado e não podia acreditar que alguém fez isso. A vendedora da joalheria disse que foi o fato mais generoso que já viu acontecer à sua frente. 

Como Vai Ficar o Filme Após a Morte de Walker?

Adorado por seu trabalho na franquia “Velozes e Furiosos” filme, o ator estava no meio das filmagens do sétimo filme no momento da sua morte. Dois de seus colegas de elenco  Ludacris e Tyrese, expressaram sua tristeza em mídia social.

Significativamente, a morte de Walker foi sentida em todo o mundo do entretenimento. Até mesmo entre aqueles que estão fora da atuação tiveram um momento para refletir sobre a morte jovem e por motivos bestas. O filme vai ser finalizado e vai sair sem as imagens serem cortadas do ator. Ainda não se sabe como vão fazer com as cenas não gravadas. 

Uma Carreira de Sucesso

A carreira de Paulo Walker começou na telinha, com um comercial para a Pampers, quando ele tinha 2 anos, e, em seguida, com partes em programas como “Highway to Heaven” e “Touched by an Angel” ainda criança.

Seus primeiros papéis no cinema foram como personagens coadjuvantes em filmes para adolescentes, sendo o primeiro de sucesso a trama Varsity Blues. Sua carreira realmente decolou quando ele foi escalado como policial disfarçado Brian O’Conner infiltrando uma gangue de rua de corrida em 2001 para o primeiro filme da saga do cinema The Fast and the Furious.

O sucesso de bilheteria do hit de verão surpresa rendeu inúmeras continuações. E junto com Vin Diesel, Walker foi um dos baluartes de franquia. No momento da sua morte, ele estava trabalhando no sétimo filme da franquia, que deve sair no próximo ano.

Walker não era apenas um entusiasta do carro na tela. Fora dela, o ator competiu na Redline Time Attack, uma famosa série de corrida. Tinha dois super carros na garagem e, segundo os amigos mais íntimos, adorava correr e jamais tinha sofrido um acidente grave na vida. Segundo o seu perfil no twitter, o ator era um um autodenominado viciado em adrenalina.

Walker deixa para trás uma filha, Prado, de apenas 15 anos. A filha, que não é muito de aparecer em público, apenas publicou em seu twitter fotos do novo filme e convidando os fãs para assistir. Ela não deu muitas entrevistas sobre o assunto e esta se preservando, já que o acidente abalou o mundo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Atores

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *