Dilma Lóes

A Teledramaturgia Brasileira

A teledramaturgia brasileira atualmente é marcada pelo surgimento de atores jovens e muito talentosos, que construirão uma carreira muito sólida na profissão e, terão seus nomes lembrados futuramente quando outras gerações ingressarem na carreira e fizerem tanto sucesso quanto. Muitos atores e atrizes são nomes conhecidos de gerações passadas e que provavelmente nós não sabemos quem são. Porém, existem muitos desses artistas que fizeram grande sucesso nas telinhas e que ficamos conhecendo através de revistas, jornais ou noticiários que destacam seus trabalhos e contam sua trajetória de vida e carreira. Uma dessas atrizes que foi sucesso na televisão e no cinema é a atriz e cineasta, Dilma Lóes, que construiu uma carreira promissora e de sucesso.

Fotos

A Vida de Dilma Lóes

Dilma Lóes nasceu no dia 22 de julho de 1950 e já com veia artística. Filha da atriz Lídia Matos e do ator e radialista Urbano Lóes, Dilma só poderia querer investir na carreira artística. Começou já na escola, onde ela própria dirigia as peças teatrais. Dilma Lóes trilhou um caminho de muito sucesso e teve sua consagração no cinema, onde atua, dirige, é roteirista, sonoplasta, figurinista, diretora de arte, produtora executiva, continuísta e montadora. Além do cinema, Dilma atuou em várias novelas e mais uma vez teve grande destaque e fez jus a vários prêmios que recebeu pela atuação nas novelas, além de receber prêmios nas mais variadas categorias do cinema, já que ela não só atuava, mas era a responsável por praticamente todo o roteiro e execução das obras cinematográficas.

Dilma Lóes

A Carreira de Sucesso

Dilma Lóes estreou como atriz no cinema no ano de 1968 no filme Globe Trotter, de produção francesa. Logo depois, no ano de 1968 fez seu segundo filme, que foi produzido pela Universal Pictures. A estréia na cinematografia brasileira foi no ano de 1969 na produção “Meu nome não é Lampião” de Mizael Silveira.  Em 1970, participou de outras produções, dentre as quais atuou em um filme produzido por Victor di Mello, com o qual se casou mais tarde. A partir daí, participou de vários filmes produzidos por ele e atuou como roteirista e produtora em muitas das produções de seu marido. Mas, Dilma não se restringiu em apenas atuar no cinema. Atuou em várias novelas e teve sua estréia em 1967 em “O Doce Mundo de Guida”. Além das novelas, fez teatro e atuou não só como atriz, mas como produtora, diretora e autora do texto do espetáculo.

Cinema

Os Prêmios

Dilma Lóes se destacou tanto, que recebeu inúmeros prêmios nas mais diversas categorias. Em sua atuação na “Volta do Filho Pródigo”, foi considerada melhor atriz coadjuvante no Festival de Gramado no ano de 1979 e no mesmo trabalho foi eleita melhor atriz no Festival de Cinema do Cabo também no ano de 1979. Muitos de seus filmes foram premiados nos mais diversos festivais, além de prêmios de melhor atriz, produtora e roteirista, na qual consolidou firmemente sua carreira.

Por: Renata Reis

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>