A Vida de Carlos Nascimento

Na televisão brasileira, exitem inúmeros jornalistas que fazem o dia a dia do telespectador ser ainda mais interessante. Na maioria das vezes ligados à programas meramente informativos, a equipe de profissionais da comunicação não deixam nunca de cumprir os seus serviços e o fazem com louvor, mesmo com alguns erros técnicos ou não. É o caso do jornalista renomado Carlos Nascimento que há muito tempo trabalha duro em um a das maiores emissoras do mundo para deixar os espectadores atrás das telinhas sempre bem informados de seus cotidianos.

Quem é Carlos Nascimento?

Este nome com certeza não vai te parecer estranho, se você acompanha jornalismo diariamente. Carlos Nascimento é um jornalista renomado e tem a função de informar sobre acontecimentos do Brasil e no mundo. O profissional trabalha atualmente na emissora SBT, uma das mais famosas do país. Lá, o jornalista exerce a sua profissão no Jornal do SBT já há bastante tempo.

Nascimento

Foi na cidade de Dois Córregos que Carlos começou a trabalhar como radialista e também, é o seu local de nascimento. Foi na Rádio Cultura e no jornal O Democrático que o jornalista começou a sua carreira. Após trabalhar em sua cidade natal, o então radialista acabou se mudando para São Paulo onde teve outras oportunidades. Uma delas foi em trabalhos também em rádios como a NacionalExcelsior e América.

Além dos trabalhos nas rádios, Carlos Nascimento também ousou nos jornais paulistas. Um deles foi o conhecido  jornal Super News, muito famosos na época. Além disso, acabou sendo colunista no Diário Popular e Diário de São Paulo.

Faculdade

No ano de 1977, o profissional se formou na Faculdade  Cásper Líbero e ingressou na emissora Rede Globo no mesmo ano. Nesta emissora, acabou ficando por onzew longos anos trabalhando nos seguintes programas:  Bom Dia São PauloGlobo RuralGlobo Repórter e Jornal Nacional

A morte de Tancredo Neves

Com a morte do então presidente Tancredo Neves, no ano de 1985, Carlos ganhou mais destaque por causa do seu modo de noticiar um dos maiores acontecimentos da época. Sua popularidade foi aumentando junto co público, que acabou conhecendo o grande jornalista Carlos Nascimento.

De Repórter à Âncora

Buscando sempre se superar na carreira, não demorou muito tempo para que o jornalista se tornasse um dos maiores do país. Com isso, ele acabou indo de mero repórter à âncora de telejornal. Já nesta função, o jornalista estreou em um noticiário da Tv Cultura, o Jornal da Cultura.

Um ano se passou e Nascimento foi contratado pela famosa Rede Record. Mesmo assim  no ano de 1990, acabou retornando a emissora Globo onde permaneceu até 2004. Carlos foi um dos primeiros jornalista da emissora a exercer a função de âncora e um telejornal de renome.

Durante o período em que ficou na Rede Globo, Carlos Nascimento apresentou diversos telejornais. Dentre eles:  São Paulo Já e Jornal Hoje. Além desses dois programas, o jornalista também participou ativamente do Jornal Nacional e do Fantástico, eventualmente.

Na Band

Em 2004, Carlos Nascimento acabou saindo na Rede Globo e se encaminhou para a Band. No inicio, o jornalista começou bem no Jornal da Band. Além disso, passou a apresentar um programa diária no Band News FM, fazendo comentários sobre economia e política também no canal de notícias Band News TV e na Rádio Bandeirantes AM.

Premio

Em 2005, Carlos ganhou um prêmio muito importante para toda a comunidade jornalística.   Ele foi condecorado na premiação do “Comunique-se”, ao ser escolhido por 80 mil jornalistas como o melhor apresentador de toda a TV brasileira.

Finalmente no SBT

Ainda em 2005, Carlos Nascimento sair da Rede Bandeirantes de Televisão e foi finalmente  para a sua emissora atual, o SBT. Para integrar a equipe jornalística da emissora, o jornalista assinou um contrato de quatro anos. Desde o ano de 2006, Carlos apresenta o Jornal do SBT. Também no ano de 2006, simultaneamente, apresentou o  SBT São Paulo  e o SBT Manchetes no ano seguinte.

Entre 2006 e 2011 também fez parte da equipe do SBT Brasil. Acabou atuando em ambos os programas como editor chefe e apresentador ao lado da jornalista Juliana Alvim, no ano de 2006 de depois com a apresentadora Cynthia Benini, entre os anos de 2006 e 2007. No final de tudo, foi companheiro de Karyn Bravo (2009 – 2011) no mesmo programa.

Renovação Com a Emissora

No mês de maio de 2011, o jornalista Carlos Nascimento acabou renovando com o SBT e após cinco longos anos, deixou a bancada do SBT Brasil. Seus substitutos no programa foram Joseval Peixoto e Rachel Sheherazade. Mesmo assim, o profissional ficou no comando do Jornal do SBT ao lado de Cynthia Benini.

Um ano depois, Cynthia deixou o jornal por questões pessoais e a sua substituta foi Kayn Bravo que fez companhia para Carlos Nascimento no Jornal do Sbt.

Outras Premiações

Sua carreira foi tão promissora, que o prêmio Comunique-se não foi suficiente. Dentre as diversas homenagens, esteve o famoso prêmio Wladimir Herzog do Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo. Ele foi premiado como melhor repórter do ano em  1980 e 1981! Além disso, o jornalista recebeu o prêmio APCA em 1988,  da Associação Paulista dos Críticos de Arte. A condecoração foi dada ao jornalista por ele ter sido eleito o melhor telejornalista do Jornal da Cultura. Carlos também foi premiado em 1989 pelo seu trabalho no Jornal da Record.

No SBT, além de todos os seus trabalhos jornalísticas promissores, Carlos Nascimento foi eleito para apresentar o programa “O Melhor Brasileiro de Todos os Tempos”.

Coberturas Marcantes

Carlos Nascimento fez muito sucesso durante a sua vida profissional porque fez coberturas muito marcantes, além da morte de Tancredo Neves. Foi na década de 2000 que o jornalista fez as suas reportagens mais famosas e mais polêmicas também.  Por causa de sua excelente cobertura sobre o acontecimento dos ataques terroristas do 11 de setembro e da captura de Saddam Hussein sob o comando da TV Globo. Com essas reportagens, foi considerado um dos melhores âncoras da televisão brasileira. Além disso, já cobriu a Morte de Michael Jackson no ano de 2009 e a Queda do avião da Air France no mesmo ano.

Escrito por Jéssica Monteiro da Silva

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Jornalistas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *