Stevie Wonder

Cantor, compositor e um dos mais completos instrumentistas, um caso especial de uma criança prodígio que se tornou uma das figuras musicais mais criativas do final do século 20.

O Início

Cego de nascença e criado nos arredores de Detroit, Stevie Wonder é um músico hábil desde os oito anos. Rebatizado por Berry Gordy Jr., o presidente da Motown Records, a quem ele foi apresentado por Ronnie White, Stevie Wonder fez sua estréia musical aos 12 anos. A qualidade de seu canto de alma estridente e o frenético tocar de gaita que caracteriza as suas primeiras gravações foram evidentes em seu primeiro hit single, “Fingertips (Part 2)”, gravado durante um show no Regal Theatre de Chicago em 1963.

Começo

Mas Wonder foi muito mais do que uma imitação infantil pouco bem intencionada de Ray Charles, como quando descoberto nas audiências, onde ele demonstrou seu talento com o piano, órgão, gaita, baixo e bateria.

O Aparecimento

Nos próximos cinco anos Stevie Wonder conseguiu atingir o sucesso com “I Was Made to Love Her”, “My Cherie Amour” (ambos escritas com o produtor Henry Cosby), e “For Once in My Life”, músicas adequada para os que gostam de dançar, bem como casais apaixonados. Where I’m Coming, álbum lançado em 1971, apresentou não apenas uma ampla gama musical, mas em suas letras, apareceu o seu humor.

Sucesso

Music of My Mind (1972) fez a sua missão ainda mais simples. Nesse ínterim, ele havia sido fortemente influenciado por Marvin Gaye em “What’s Going On”, álbum em que p artista da Motown afastou-se do rótulo de hit de fábrica, para fazer uma abordagem para enfrentar os problemas de divisão social.

Os álbuns produziam um fluxo constante de canções clássicas, entre elas Superstition, You Are the Sunshine of My Life, Higher Ground, Living for the City, Don’t You Worry, Boogie On Reggae Woman, Wish I, e Sir Duke.

Consolidação

Embora nessa época ainda estava apenas na metade dos vinte anos, Stevie Wonder parecia ter dominado praticamente todos os ramos da música popular afro-americana e ter sintetizado todos os ritmos em uma linguagem própria.

Com uma música predominante pela inovação técnológica, principalmente pelo advento de teclado eletrônico, fez dele um pioneiro e uma inspiração para os músicos de rock, e a inventividade de sua entonação vocal era uma reminiscência dos maiores cantores de jazz, e da profundidade e honestidade da sua plataforma emocional veio diretamente da música ouvida durante sua infância, da igreja negra.

Completo

Um período tão fértil era pouco provável que durasse para sempre, e chegou ao fim em 1979. Em seguida as suas gravações tornaram-se esporádicas e muitas vezes faltava o foco, apesar de seus shows nunca deixarem de ser empolgantes. O melhor de sua obra formaram uma ligação vital entre o clássico rhythm-and-blues e soul de artistas da década de 1950 e 60 e de seus sucessores musicais.

No entanto, por mais sofisticada que sua música tornou-se, ele nunca foi orgulhoso demais para escrever algo aparentemente tão leve como a jóia romântica “I Just Called to Say I love you”, de 1984.

Ele foi introduzido no Rock and Roll Hall of Fame em 1989 e recebeu um Grammy pelo conjunto da obra em 2005.

Stevland Morris Hardaway, mais conhecido pelo seu nome artístico de Stevie Wonder, é um cantor e compositor americano. Entre suas obras mais conhecidas, estão singles como: “Superstition”, “Sir Duke”, “I Wish” e “I Just Called to Say I Love You”.

Os álbuns mais conhecidos incluem também: Talking Book, Innervisions e Songs in the Key of Life. Ele gravou mais de trinta hits top dez nos Estados Unidos e recebeu 22 prêmios Grammy, o maior número já concedido a um artista solo masculino.

Wonder também é conhecido por seu trabalho como ativista para causas políticas, incluindo a sua campanha de 1980 para que o aniversário de Martin Luther King, Jrse tornasse um feriado nos Estados Unidos. Em 2009, Wonder foi nomeado Mensageiro das Paz das Nações Unidas. Em 2008, a Billboard Magazine publicou uma lista com os cem artistas que sempre ficaram no topo, para comemorar o quinquagésimo aniversário da lista de singles dos Estados Unidos, e Wonder ficou em quinto lugar.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Músicos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *