Casos de Família: Temas Engraçados

Casos de Família: Temas Engraçados

O programa Casos de Família é exibido pelo SBT desde maio de 2004. A apresentadora é Christina Rocha, substituta de Regina Volpato. No programa, são apresentados temas do dia a dia, que mostram claramente as emoções dos participantes que estão no palco. A plateia também tem uma participação ativa durante o programa, fazendo perguntas aos participantes e dando suas opiniões sobre as histórias contadas. A principal intensão é prestar orientação e, talvez, solucionar as questões apresentadas. E, para isso, eles contam com a participação de um psicólogo. Na época em que era apresentado pela Regina Volpato, a imagem que o telespectador tinha do programa era bem séria, focada. Porém, depois que o programa foi reformulado e a apresentadora Christina Rocha assumiu, a imagem mudou totalmente. Virou, literalmente, um programa de “barracos” familiares mesmo.

Episódios Engraçados do Programa

Vamos relembrar alguns temas muito engraçados, para não dizer “sem noção”, que alguns participantes protagonizaram no programa Casos de Família:

  • Preconceitos, famílias e arte: nesse episódio, o programa foi cheio de brigas por muitos convidados que se estranharam. Um dos convidados pediu para o outro respeitar os gays presentes, e eles terminaram por se empurrar. Foram tantas ofensas no decorrer do programa, que o “bipe” para esconder os palavrões tocou praticamente durante toda a discussão.
  • Deus perdoa: as convidadas reclamavam da intromissão da mulher que ama falar da vida dos outros. Mas, depois, vai à igreja na intensão de se redimir e garantir o perdão. Ela acusou a própria nora de trair o marido e chegou a sugerir que ela fizesse o DNA de seu próprio neto.
  • A fidelidade pode ser relativa: o marido troca a mulher pelo bar. E seus “amigos” chegam a implorar para ficarem com ela. A convidada revelou que, mesmo amando seu marido, ele não deu valor para a relação dos dois e isso torna maior a vontade de traí-lo.
  • Discriminação em pauta: os pais reclamaram que o filho estava se vestindo como mulher. A mãe do rapaz não via problema nenhum na homossexualidade mas, daí a se vestir como mulher, começou a pesar na relação, principalmente na relação com o pai, que aprova as escolhas feitas pelo filho. Durante esse mesmo programa, o filho revela ter a intensão de realizar a cirurgia para mudar seu sexo.
  • O que vale é o dinheiro: a mãe acusou a filha de estar com seu marido apenas por dinheiro. A filha assumiu que gosta mesmo de dinheiro e não se importa em ser traída. Ela disse que se importa é em não ter dinheiro para gastar. Ela ainda afirmou que engravidou na intenção de segurar “um pouco” o seu marido. 
  • Crítica à filha ou ao genro? A mãe de duas moças foi ao programa relatar os problemas das duas filhas e dos seus genros. Ela disse que uma de suas filhas mal tinha beijado o rapaz e já foi morar junto com ele. E que o rapaz é muito pegajoso. Já o problema do seu outro genro é a bebida, que sua filha mesma compra e ainda com o seu próprio dinheiro.

São várias as situações bizarras que o programa apresenta. Algumas nem parecem reais de tão esdrúxulas que são.

Outros temas inesquecíveis foram:

  • “Não sou obrigada a cuidar dos meus filhos”.
  • “Vou provar que você não é gay, é só uma fase”.
  • Foi a madrasta que contou ao marido que seu filho era gay. 
  • “Mulher boa é mulher quieta”
  • “Nunca deveria ter deixado minha filha ir pro funk”.
  • “Amo meu marido, mas hoje vou contar porque quero traí-lo”.
  • “Traio, não nego. Paro quando quiser!”
  • “De segunda a quinta eu sou normal, fim de semana viro sem-vergonha”.
  • “Eu não te abandonei quando você foi preso e agora me trais?”

Quem adora um barraco de família, não pode perder o esse programa. Você vai chorar de tanto rir.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Televisão

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *