Max Verstappen: Brasil

Max Emilian Vertappen é um piloto de Fórmula 1 nascido na Holanda, no dia trinta de setembro de mil novecentos e noventa e sete. Max vem de uma família toda focada no automobilismo, seu pai correu por diversas equipes disputando oito temporadas da Fórmula 1, sua mãe era corredora de kart. Além dos pais o avô e tio também correram, pela endurance e pela fia GT e 24 horas de Le mans, respectivamente. O jovem considera que seu talento vem da genética, segundo uma entrevista dada para o globo esporte em dois mil e dezessete, ele considera que ” Os genes são o que primeiro fazem você manifestar o interesse e depois se você começa a praticar e entende que pode também fazer sucesso, o prazer é ainda maior, deseja seguir praticando.”

Sua carreira se iniciou quando começou disputar kart aos quatro anos de idade, seu pai, aposentado da fórmula 1, passou a se dedicar a carreira do filho. Com quinze ano ele era o maior corredor da modalidade de kart, aos dezesseis subiu aos monopostos, pouco depois entrou para a Florida Winter Series e meses depois começou a disputador a fórmula 3. Em dezoito de agosto de dois mil e quatorze (com dezesseis anos), foi anunciado a sua contratação para correr pela Scuderia Toro Rosso, para a temporada do ano seguinte, a contratação gerou critica de alguns corredores antigos, mas Max surpreendeu a ficar em sétimo lugar logo na sua segunda corrida no Grande Prêmio da Malásia de dois mil e quinze, se tornando o corredor mais jovem a pontuar na Fórmula 1, tendo dezessete anos e cento e oitenta dias de idade.


Em dois mil e dezesseis mudou para a equipe da Red Bull, na qual se encontra até os dias atuais e tem seu contrato terminado somente no ano de dois mil e vinte, logo na sua primeira corrida pela equipe obteve o seu melhor resultado de largada, quarto lugar, nessa mesma corrida conseguiu assumir a liderança, e contrariando todas as expectativas, venceu a corrida, alcançando quatro marcas históricas, sendo o primeiro holandês a ganhar uma corrida, e o mais jovem piloto a liderar, subir ao pódio e vencer uma corrida na história da fórmula 1.

O sucesso de Max se deve pela sua pouca idade e grande maturidade em suas corridas, pode-se dizer que ele é um dos nomes mais importantes que surgiram nos últimos tempos na fórmula 1. Segundo um dos comandantes da fórmula 1, Bernie Ecclestone, “Max é daqueles pilotos que você esquece sua origem, sua nacionalidade. É um piloto excepcional, carismático, muito jovem. Tem torcedores no seu país e na maioria dos demais”.

No Grande Prêmio do Brasil Max teve uma de suas performances mais impressionantes, impressionando a todos que assistiam a corrida, o narrador Galvão Bueno foi um dos que rasgaram elogios ao jovem. Após cair para a posição 16°, o holandês conseguiu se recuperar, terminando a corrida em terceiro lugar, qualquer apaixonado por fórmula 1 irá se lembrar da pilotagem incrível que ele realizou mesmo estando em condições muito complicadas, como os pneus pouco apropriados para aquela corrida, faltando apenas quatorze voltas para a corrida ele conseguiu se recuperar, usando trajetórias diferentes dos seus adversários, e realizando algumas das ultrapassagens mais épicas já vistas nos últimos tempos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Pilotos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *