Michael Schumacher

Michael Schumacher nasceu no dia 3 de janeiro de 1969, filho de Rolf e Elisabeth Schumacher. A família se mudou para Kerpin-Manheim, uma cidade operária perto de Colônia, na Alemanha. Foi lá que eles se envolveram com as corridas de kart.

A Paixão Pela Velocidade

Michael, com apenas quatro anos de idade na época, ganhou um kart movido por um motor velho de um cortador de grama por seu pai. De uma forma tão simples começou a carreira de um campeão do mundo.

O kart se tornou uma obsessão familiar alimentada pela paixão do senhor Rolf ancião e de Michael. As habilidades mecânicas de Rolf Schumacher o levaram a trabalhar fazendo reparos nos karts da pista da cidade. Em 1980, ele viajou para a cidade de Nivelles, na Bélgica, para o Campeonato do Mundo de Karting e viu um motorista que o impressionou profundamente, que era ninguém menos do que Ayrton Senna.

Schumacher foi se tornando cada vez melhor nas pistas, até que, em 1984, ele ganhou o Campeonato Júnior Alemão. A conquista do campeonato europeu veio em seguida, em 1987.

Início da Carreira Como Piloto

O caminho para as corridas de carro começou com a Fórmula Ford ou Fórmula Koenig, como era conhecida na Alemanha. Para competir em um evento deste nível, Schumacher precisava de patrocinadores e a sua sorte foi que várias empresas já tinham ouvido falar sobre ele.

Em seu primeiro ano competindo, ele ganhou 9 de dez rodadas. Willie Weber, seu futuro empresário, tinha uma equipe de Fórmula 3 e chamou Michael para fazer um teste em um de seus carros. Depois de sete ou oito voltas, ele havia atingido uma velocidade maior do que qualquer outro piloto regular da equipe de Webber.

Durante o primeiro ano de Schumacher na Fórmula 3, Schumacher competiu com nomes como Karl Wendlinger e Heinz-Harald Frentzen. Wendlinger. No ano seguinte, o piloto conquistou o título. Então, Webber colocou seu jovem protegido na equipe júnior da Mercedes para dirigir um carro esportivo, juntamente com seus ex-rivais da Fórmula Três. Sob o olhar atento de Jochen Neerspasch e Jochen Mass, ele aperfeiçoou ainda mais o seu talento.

Entrada na Fórmula 1

A oportunidade de correr na Fórmula 1 chegou quando um piloto da Jordan Bertrand Gachot foi preso e, então, foi dada a Schumacher a oportunidade de fazer um teste com a equipe irlandesa. Ele logo impressionou a todos e, rapidamente, assinou um contrato. A equipe Jordan queria que o jovem piloto assinasse um contrato de três anos, mas seus assessores pediram que ele tivesse cautela. Então, um acordo temporário foi feito e ele fez uma estreia brilhante na Bélgica, onde ficou em sétimo lugar e na frente de seu companheiro de equipe que era mais experiente. Depois de uma disputa na justiça, ele foi para a aquipe Benetton.

No ano seguinte, ele ganhou sua primeira corrida, também na Bélgica. Já dando sinais de todo o seu brilhantismo nas pistas. Em 1994, tornou-se Campeão do Mundo apenas por diferença de um ponto após um duelo épico com Damon Hill.

Em 1995, dirigindo seu Benetton-Ford, tornou o mais jovem bicampeão da Fórmula 1. Em 1996, mudou-se para a equipe da Ferrari e esta época marcou o início de seu maior desafio. Um desafio que fez com que ele conquistasse mais cinco campeonatos mundiais.

Ainda falando sobre o Grande Prêmio da Austrália, em 1994, o carro Benetton de Schumacher deslizou e bateu na parede ao tentar ultrapassar o carro da Williams pilotado pelo rival Damon Hill.

Schumacher voltou à pista com um carro danificado e Hill, que não tinha visto o erro do alemão, tentou ultrapassá-lo na próxima curva. Mesmo com tudo isso, Schumacher conquistou seu primeiro título mundial. Um jornalista declarou que existem duas coisas que diferenciam Michael dos outros pilotos da Fórmula 1, que são o seu talento e sua atitude.

Fatos Sobre Michael Schumacher

  • 1969: Nascido em 3 de janeiro em Hürth, na Alemanha.
  • 1973: Começou a pilotar karts.
  • 1991: Estreou no Grand Prix da Bélgica, terminando em sétimo lugar.
  • 1992: Foi para a equipe da Benetton depois de uma disputa na justiça com a equipe anterior.
  • 1994: Ganhou o campeonato mundial por apenas um ponto após uma batida controversa na última corrida com Damon Hill.
  • 1995: Casou-se com Corinna Besch.
  • 1996: Foi fazer parte da equipe da Ferrari.
  • 1.997: Sua filha Gina-Maria nasceu.
  • 1999: Seu filho Mick nasceu.
  • 1999: Quebrou a perna no Grande Prêmio de Silverstone.
  • 2000: Tornou-se o primeiro campeão mundial da Ferrari em 21 anos.
  • 2001: Bateu o recorde de Alain Prost de vitórias e pontos.
  • 2002: Alcançou o grande piloto Juan Manuel Fangio com cinco títulos de campeonatos mundiais.

Prêmios e Outras Conquistas

  • 1984: Campeão Alemão Júnior de kart.
  • 1987: Campeão europeu de kart.
  • 1990: Campeão da Fórmula 3 (Grande Prémio de Macau)
  • 1991: 12º lugar no Campeonato Mundial da F1
  • 1992: 3º lugar no Campeonato Mundial da F1
  • 1993: 4º lugar no Campeonato Mundial da F1
  • 1994 e 1995: 1º lugar no Campeonato Mundial da F1
  • 1996: 3º lugar no Campeonato Mundial da F1
  • 1997: Desclassificado d o segundo lugar no Campeonato Mundial da F1
  • 1998: 2º lugar no Campeonato Mundial da F1
  • 1999: 5º lugar no Campeonato Mundial da F1
  • 2000 e 2002: 1º lugar no Campeonato Mundial da F1

O Acidente de Esqui

No final de 2013, o ex-piloto que passou diversas horas de sua vida se arriscando nas pistas, ironicamente sofreu um acidente enquanto esquiava nos Alpes Franceses. Ao cair, Schumacher bateu com a cabeça em uma pedra e acabou entrando em coma, estado em que permanece até hoje.

A família não dá muitos detalhes sobre seu estado atual, mas sabe-se que uma de suas poucas evoluções é reconhecer pessoas conhecidas. O grande piloto está, desde então, em uma cama, sem se movimentar e sem se comunicar.

Fãs e admiradores do mundo inteiro torcem por uma recuperação do ex-piloto, mesmo que as chances sejam remotas. De qualquer forma, o legado deixado por ele ficará para sempre registrado na história do automobilismo mundial.

Nascido no dia 3 de janeiro do ano de 1969, Michael Schumacher é um automobilista alemão. Ele é 7 vezes campeão da categoria principal do automobilismo, e, de acordo com o oficial site da Fórmula 1, é o maior piloto de todos os tempos, estatisticamente, que a Fórmula 1 já teve. Schumacher bateu inúmeros recordes, incluindo maior número de campeonatos, voltas mais rápidas, pole positions, vitórias, corridas ganhas em uma única temporada, como a de 2004, e pontos marcados.

No ano de 2002, ele se tornou o único piloto de toda a história da F1 a terminar em cada corrida, entre os três primeiros. Ele também é um dos pilotos mais polêmicos da história das categorias, sendo que em todos os tempos, ele foi o que mais sofreu punições.

Ficou afastado por três temporadas, o que o consagrou e ao retornar as pistas, na temporada de 2012, entrou defendendo a Mercedes. Schumacher é embaixador da UNESCO, fora das pistas, e também um orador para a segurança dos motoristas. Ele esteve envolvido em diversos esforços humanitários até hoje, e já chegou a doar dezenas de milhões de dólares para instituição de caridade.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Pilotos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *