Donald Trump

O atual presidente dos Estados Unidos da América, EUA, Donald John Trump, é um empresário que nasceu na cidade de Nova Iorque, no ano de 1946. Ele é formado em economia pela Universidade da Pensilvânia, sendo que, após a sua formação, passou a controlar a empresa de imóveis e de construção, a Elizabeth Trump & Son, que era de seu pai, Fred Trump. Assim que recebeu a empresa, alterou o nome para “The Trump Organization”, além de realizar a construção de diversos prédios, expandindo a Organização com cassinos e hotéis em Las Vegas e a construção até de campos de golfe com o nome de sua organização, por exemplo.

Trump ficou muito reconhecido nos EUA principalmente após a ocorrência de seu “reality show”, o “The Apprentice”, que foi exibido pelo canal de televisão NBC e cuja versão brasileira foi “O Aprendiz”, que foi por alguns anos apresentado pelo Roberto Justus.

No ano de 2016, Trump foi considerado a 113ª pessoa mais rica dos EUA pela revista Forbes, com uma quantia avaliada em um total de quatro bilhões e quinhentos milhões de dólares. Sua carreira política começou a se destacar no ano de 2000, quando ele tentou receber uma nomeação para o cargo de presidência. No entanto, ele acabou retirando essa tentativa, antes mesmo do início das votações no Partido Reformista. A intenção de presidir os EUA ocorreu, de fato, em 2015, pelo partido Republicano, sendo que, em pouco tempo, acabou se tornando o favorito do partido para competir ao cargo da presidência do país.

Mesmo após na grande maioria das pesquisas ele ter ficado atrás da candidata do partido democrata, Hillary Clinton, Trump acabou vencendo as eleições dos EUA de 2016 e assumindo o cargo em janeiro do ano seguinte, no auge de seus 70 anos, sendo, então, o presidente dos EUA mais velho a assumir o cargo. Dentre as suas propostas eleitorais havia a renegociação de acordos com alguns países, como com a China, por exemplo. Além disso, a campanha de Trump sempre foi muito polêmica, bem como a grande maioria de suas pronunciações e atitudes após assumir o cargo de um dos países mais influentes no mundo, não só socioeconomicamente, mas também culturalmente e, sobretudo, belicamente.

Apesar de serem repudiadas por grande parte dos norte-americanos, algumas das propostas de Trump também foram e ainda são apoiadas por muitos outros, principalmente pelas pessoas mais tradicionalistas. As propostas de cancelamento de alguns acordos importantes, como o Acordo de Paris, que está relacionado com o aquecimento global e as suas medidas incisivas e rígidas frente à imigração mexicana, a partir da idealização e construção do muro que divide a fronteira entre os EUA e o México, são duas das propostas que mais geraram especulações sobre os valores e a moral de Donald Trump.

Além disso, ele fez algumas alterações do que foi deixado pelo governo de Barack Obama e que já estavam muito bem estabelecidas e que eram muito bem recebidas pela população, como a substituição do sistema de saúde, o “Obama Care”, além da realização de cortes de impostos em vários âmbitos sociais.

Até os dias de hoje, Trump sempre acaba se declarando de maneira não tão satisfatória aos olhos de grande parte do mundo, além de alguns ainda dizerem que ele é o causador de certos anseios não só por parte da população dos EUA, mas também perante a população de outros países, principalmente com relação às questões militares, de exploração de recursos naturais e, sobretudo, sobre as questões relacionadas à imigração. Sendo assim, sempre é de se esperar algo incômodo partindo dele, de acordo com o que a grande maioria das redes sociais divulga.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Políticos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *