Biografia de Charlie Hunnam

Com nome de batismo Charlie Hunnam Matthew, o ator famoso mundialmente nasceu na cidade de Newcastle, na Inglaterra, em 10 de abril de 1980. O mais interessante sobre esta celebridade é o fato de ele sempre saber que queria atuar, por isso direcionou todos os seus estudos desde jovem para a profissão dos sonhos. Nunca cursou uma faculdade que não seja de artes, mas também é um experiente em sua área.

Muitos astrológos já leram o perfil astral do ator, um ariano. Como tal, a sua personalidade é definida pela “ambição, vigor e criatividade”, que lhe permite exibir um tipo especial de charme e uma sensação agradável de humor. Tudo isso está presente nos diversos personagens interpretados por ele nos cinemas.

O Começo da Carreira

Hunnam é o segundo filho de uma mãe solteira e o primeiro que desenvolveu o desejo de atuar em uma idade muito jovem em sua família. Mas ao contrário do que a maioria pode pensar, ele não buscou a fama. Charlie Hunnam foi descoberto jogando conversa fora com amigos no interior de uma loja de sapatos por uma gente de modelos.

Charlie Hunnam começou sua carreira de fato com 10 anos, quando teve sua primeira experiência em um papel recorrente como um modelo infantil no drama britânico ironicamente sobre motociclistas adolescentes, “Byker Grove”, exibido pela BBC1 de 1989 até 2006.

Imagem de Amostra do You Tube

Anos mais tarde Hunnam ficou de frente com uma câmera mais uma vez, com apenas 18 anos, em outra série britânica para adolescente, “Microsoap”, também do canal BBC1, exibida de 1998 a 2001. Sua atuação no projeto foi tão bacana que o levou a receber o convite para atuar em seu primeiro papel de destaque na versão britânica do programa  ”Queer as Folk”, entre 1999 e 2000. Seu papel como Nathan em tela, um arrogante gay na série polêmica sobre a vida adolescente homossexual, foi um sucesso.

O sucesso da personagem Nathan foi tão grande que ele foi chamado para a continuação do drama, “Queer as Folk 2“, em 2000. Como Nathan, Hunnam desempenhou um papel fundamental na série inovadora e tornou-se uma espécie de modelo para a juventude gay. A influência da série foi suficientemente abrangente  e o ator convidado a participar de um debate parlamentar sobre a idade discriminatória de leis de consenso na Grã-Bretanha.

Enquanto “Queer as Folk” ganhou uma nova versão norte americana para o canal Showtime, Hunnam fez sua própria estreia na televisão dos Estados Unidos com um papel recorrente no drama de curta duração adolescente “Young Americans” em 2000.

De lá, ele conseguiu um papel regular no seriado da Fox “Não Declarado”, de 2001 a 2002, uma série em um ambiente universitário criada por Judd Apatow que seria mais ou menos uma versão do clássico cult, “Freaks and Geeks“. O ator viveu Lloyd, o companheiro de quarto popular de um garoto de faculdade nerd (Jay Baruchel), que tenta mostrar ao amigo como pegar mulheres. Apesar de não ser a estrela da série, Hunnam fez sucesso com sua aparente arrogância natural dando à série sucesso e mostrando que era um ator para ser admirado e observado.

Imagem de Amostra do You Tube

No Cinema

Enquanto suas séries ganhavam espaço no público, o ator fez o seu primeiro salto para o cinema com um papel de um cantor de rock na comédia britânica “Whatever Happened to Harold Smith?” em 2001. Hunnam seguiu com sua estréia no cinema americano no thriller psicológico “Abandon” (2002), interpretando o namorado desaparecido de uma estudante universitária (Katie Holmes) cujo caso é reaberto dois anos depois por um detetive da polícia (Benjamin Bratt) olhando para uma série de outros estudantes desaparecidos.

Charlie Hunnam começou a romper com o público americano graças a uma volta estrelando como o titular “Nicholas Nickleby” em 2002 em uma adaptação fiel do romance de Charles Dickens, no qual ele interpretou o engenhoso rapaz do século 19, cuja vida confortável foi abalada após a trágica morte de seu pai, que o deixa sem dinheiro e à mercê de seu perverso tio Ralph (Christopher Plummer).

Mais um projeto leva o nome do ator para as pautas dos críticos. O inglês esteve ao lado de Nicole Kidman, Jude Law e Renée Zellweger em “Cold Mountain”, em 2003, interpretando um membro da Guarda Nacional, um grupo de saqueadores da guerra civil que encontra e mata desertores em troca de dinheiro.

Charlie Hunnam

Charlie Hunnam

No drama esportista ultra violento, “Green Street Hooligans”m em 2005, ele interpretou um bandido Inglês encantador, mas perigoso, que leva um americano (Elijah Woods) expulso de Harvard para sua asa e ensina-lhe os melhores pontos de vandalismo no futebol.

Seu próximo projeto seria nos cinemas como Patric, membro  de um movimento de resistência na distópico em um thriller de ficção científica, Children of Men, de 2006, estrelado por Clive Owen como um ex-ativista que pastoreia uma mulher grávida (Claire-Hope Ashitey),

Logo em seguida ele vive nas grandes telas o papel da televisão de um motociclista FX, em Sons of Anarchy”, em 2008, criado por Kurt Sutter. Hunnam interpreta Jax Teller, o vice-presidente de uma gangue de motoqueiros chamada Hells Angels, que vende armas automáticas, mantendo as ruas da fictícia Charme,  livre de traficantes de drogas e promotores imobiliários. O programa foi para a segunda temporada com enorme sucesso e fez o ator ficar ainda mais conhecido.

Não Apenas um Rosto Bonito

Sua Biografia

Sua Biografia

Charlie Hunnam não é apenas um rostinho bonito. Ele realmente conhece o seu ofício. Ele é graduado em Teoria e história do cinema, com cursos também de artes cênicas para ser formado em tdas as áreas de atuação possível.

Mas ele é mesmo um rosto bonito. Tão lindo que foi a cara da campanha publicitária da Emporio Armani em 2005, estampando todas as imagens da campanha que rodou o mundo em revistas e outdoors em todo o mundo.

Cristian Grey

Não há papel que seja mais esperado na carreira do ator inglês como o louco apaixonado Cristian Grey, do livro 50 tons de cinza. O ator foi escolhido dentre milhares para viver o milionário louco por um sexo mais violento e sádico, que trata mulheres como escravas e fica beirando entre o amor a proteção e sua mania de encobrir

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>