Fernando Henrique Cardoso

Fernando Henrique Cardoso

Fernando Henrique Cardoso nasceu no Rio de Janeiro em 18/06/1931, é político, professor, escritor e sociólogo, foi casado com a antropóloga Ruth Corrêa Leite Cardoso. Sua atuação na política foi marcante, foi Senador, Ministro e Presidente da República, mas foi também um exímio diplomata interno em períodos importantes de transição entre regimes e governos e tão famoso quanto Elvis foi e Obama é, nos dias de hoje, para o mundo. Foi um dos idealistas do Movimento Democrático Brasileiro, e do movimento Diretas-já. Foi co-fundador do PSDB, e integrou a equipe que elaborou o Plano real. Escreveu vários livros e outras obras publicadas sobre economia, política e sociologia, já recebeu vários prêmios nacionais e internacionais e é considerado um dos 100 homens mais cultos do mundo, ainda vivos.

Fernando Henrique Cardoso

Fernando Henrique Cardoso

Sua Origem, Formação e Atuação Como Sociólogo

FHC, como é conhecido o ex-presidente Fernando Henrique é descendente de uma família de militares revolucionários e de uma escrava. Formou-se na Universidade de São Paulo onde cursou sociologia, tornando-se adepto ao marxismo, ao mesmo tempo que aprecia também Tocqueville, Aléxis e Maquiavel. Em 1960 foi interprete das palestras realizadas por Satre no Brasil, professor na Universidade de São Paulo, em 1968 foi aposentado compulsoriamente, e logo após foi para o exílio. Também foi professor universitário na Inglaterra e na França onde esteve acompanhando o episódio que entrou para a história como Maio de ’68, que na realidade foi uma greve geral que ganhou significado e proporções revolucionárias uma vez que a insurreição teve a participação popular de todas as categorias, superando barreiras culturais, étnicas, de classe social ou e idade.

Governo

Governo

Militante do MDB e Diretas-já

E nada de abraços de graça, na década de 70 FHC volta do exílio e torna-se um dos ideólogos do Movimento Democrático Brasileiro – MDB, incentivando o partido a moldar-se a ideologia do partido norte-ameicano, ou seja, um partido “para todos”. Ele defendia que repudiando qualquer forma de violência ou luta armada e fazendo alianças o MDB alcançaria o poder através do voto. No ano de 1978 sai dos bastidores da política e passa a participar abertamente das campanhas. Não se elegeu na sua primeira candidatura ao senado por São Paulo, ficando como suplente de Paulo Montoro que renuncia em 1983 quando Fernando Henrique assume o mandato de senador.

Biografia

Biografia

No ano de 1980 FHC se filia ao PMDB sucessor natural do MDB. Nessa época assumem o governo de 10 estados políticos da oposição ao Presidente João Figueiredo, o que mostra que o momento é propício para o fim do regime militar. Fernando Henrique participa ativamente das articulações para o regime democrático, e do movimento Diretas-já, e sua contribuição foi fundamental para a transição pacifica e sem represálias entre os dois regimes. Em 1985 perde a eleição para prefeito de São Paulo para Jânio Quadros, enquanto Sarney assume a presidencia do Brasil, em 1986 é reeleito senador, em 1987 reclama que o PMDB estava ficando “arenoso” e participa da fundação do PSDB, que reúne varios dissidentes do PMDB.

Imagens

Imagens

Plano Real e Presidência

Participou da transição do governo Collor para Itamar Franco, de quem foi ministro das relações exteriores. Em 1993 foi ministro da fazenda, quando implantou o Plano real que era um programa de estabilização da economia brasileira construído por uma equipe de economistas, da qual ele fazia parte. Em 1994 e 1998 o famoso FHC é eleito e reeleito presidente do Brasil no primeiro turno, tendo Marco Maciel como vice. Fernando Henrique como todos os políticos brasileiros que chegam a postos de poder tem realizações importantes que são defendidas e outras que são duramente criticadas. Como ele não foi diferente. Algumas ações suas durante a presidência do Brasil foram duramente criticadas, como por exemplo as privatizações, no entanto é inegável que as administrações de Fernando Henrique foram essenciais para a estabilização econômica do Brasil e seu desenvolvimento futuro.

Brasil

Brasil

Através da sua capacidade diplomática criou uma imagem positiva do Brasil no exterior, fortalecendo estas relações e dando credibilidade novamente, eliminou definitivamente o fantasma da inflação e criou a lei de responsabilidade fiscal. Enfim, Fernando Henrique foi o responsável pela revitalização da infra-estrutura do pais que o habilitou ao crescimento. Passou o governo ao Presidente Lula, que vem fazendo um excelente trabalho a frente do país, gerando desenvolvimento, criando empregos e oportunidades. Enfim, apesar desses dois presidentes trocarem duras alfinetadas entre si, ambos vem fazendo um importante trabalho de parceria. Fernando Henrique limpou o terreno, aparou as arestas com os vizinhos e construiu um forte e estável alicerce, e o Presidente Lula está construindo um belo e prospero Brasil, com mais oportunidades para todos. O Brasil nos últimos 14 anos passou por um processo de transformação impar, que com certeza vai entrar para a história política do país como um marco na sua evolução.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Históricos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *