Mick Junior e Corinna Betsch

A família tem sido um dos alicerces de Michael Schumacher em busca da recuperação após um grave acidente numa estação de esqui da França. Casado com Corinna Betsch, o alemão heptacampeão de Fórmula 1, tem dois filhos Gina-Maria e Mick Junior e mesmo praticamente imóvel numa cama ainda tem grande vontade de continuar vivo.

A determinação de Schumacher tem sido muito importante para vencer essa etapa tão complicada da sua vida e com certeza sua esposa e filhos tem tido um papel essencial. Que tal conhecer um pouco mais sobre a história dos familiares do campeão?

As Glórias de um Heptacampeão

Com inúmeros recordes e polêmicas, Schumacher, se tornou o piloto mais vezes campeão da Fórmula 1. Porém, há muito mais por trás da história do alemão do que vencer corridas a cada 15 dias. Durante a sua trajetória conquistou uma legião de fãs e também alguns adversários ferrenhos. Para entender como o piloto mais consagrado da Fórmula 1 chegou ao status que ainda mantém – mesmo após o acidente – é interessante saber como a sua família se formou.

A História da Construção da Família de Michael Schumacher

Para entender de onde vem todo o fascínio e talento de Michael Schumacher pelo automobilismo é necessário voltar até a década de 1970 quando seu pai, Rolf Schumacher, que era pedreiro investiu tempo e dinheiro em modificar um kart para ele. A paixão floresceu ainda mais quando Michael começou a trabalhar como zelador do kartódromo de Kerpen fica próximo a cidade de Hurth, onde a família residia.

Estando inserido nesse universo ele continuou praticando até incentivou seu irmão mais novo, Ralf, a trilhar o mesmo caminho. A diferença de idade entre os irmãos Schumacher é de 6 anos e curiosamente foi 6 anos depois de Michael, que Ralf, entrou na Fórmula 1, no ano de 1997.

Os irmãos enfrentaram dificuldades econômicas para conseguir entrar na Fórmula 1 uma vez que eram de família de classe média. Michael chegou a trabalhar como mecânico fazendo bicos para outros pilotos e até mesmo para irmão enquanto ele corria pela Fórmula 3 alemã.

Três Pessoas Cruciais

A história do campeão somente pode ser escrita com tanta glória devido a presença de três pessoas em sua vida. A primeira delas foi Willi Weber, dono da WTS, que se tornou guru e empresário de Schumacher na sua carreira. Em seguida vem o piloto alemão Heinz-Harald Frentzen que acabaria se tornando um dos maiores rivais do heptacampeão.

Por fim a terceira pessoa é Corinna Betsch que era namorada de Frentzen quando conheceu Schumacher, algo que ajuda a explicar tamanha rivalidade. Ao lado de Corinna, Michael, não só cresceu na carreira como teve dois filhos, Gina-Maria, a mais velha e Mick Junior que já é kartista e promete seguir os passos do pai.

O Traumatismo Craniano

No ano de 2013, Schumacher, sofreu um acidente numa pista de esqui na França, ele caiu e bateu a cabeça numa pedra tendo como consequência traumatismo craniano. Após passar meses no hospital o heptacampeão foi para sua casa localizada em Gland, a cerca de 30 km de Genebra.

Embora esteja paralisado, Schumacher, é capaz de identificar e se emocionar com as vozes da esposa e dos filhos. Os médicos não dão prazo para uma recuperação plena, contudo, destacam que o piloto fez grandes avanços nos últimos anos e que tem chances de se recuperar.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Pilotos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *